Todos iguais


      Fotos: Reprodução


[Escrevemos o texto a seguir originalmente como uma nota para uma matéria sobre Yulin que replicamos aqui no blogue. Decidimos então adaptar para uma postagem no Facebook - que estendemos também ao nosso Instagram e Twitter - e engajar nossos seguidores em uma ação. Confira.]

O Festival de Carne de Cachorro, que está sendo realizado em Yulin, na China, é um horror para cães e gatos e precisa ser proibido. Mas perguntamos: e os bois e vacas, galinhas e frangos, porcos, peixes, carneiros etc., que são igualmente torturados até a morte todos os dias – bilhões ao ano? 

Sabemos que a maioria das pessoas que se horroriza com o que acontece em Yulin compactua diariamente com a tortura e assassinato de animais tão inocentes e sencientes quanto cães e gatos, que sentem amor, alegria, medo e dor como todos nós, humanos. Pessoas que se revoltam com as imagens de sofrimento de cães e gatos, mas que todos os dias comem o produto do sofrimento de tantos outros animais; que frequentam zoológicos, circos com animais, aquários, shows de golfinhos, rodeios e vaquejadas, selfies com tigres, passeios sobre elefantes e camelos, entre tantas outras formas de exploração animal.

Por que essa compaixão e indignação seletivas? Todas essas vidas são igualmente preciosas. Todos os animais merecem viver com dignidade e em liberdade, sem dor e sofrimento. Não coloque-os em seu prato. Não visite “atrações” em que eles sejam usados, pois são todos vítimas de maus-tratos. Não compre cães e gatos, pois mães e filhotes também são maltratados – em vez de comprar, adote. Não compre animais silvestres, pois eles não são animais de estimação e vêm de tráfico, também sofrendo dor em horríveis situações que levam a maioria à morte. Se você REALMENTE gosta de animais, pode fazer sua parte para ajudá-los com essas mudanças de atitude.

A parte de deixar de comer animais pode parecer difícil, mas não é – e ainda é muito mais saudável para seu próprio corpo. Aqui mesmo, no Facebook, existem muitos grupos e páginas com informações, dicas e receitas deliciosas - na internet, há muitos e muitos sites a respeito. Informe-se. Não ame somente uns e feche seus olhos para outros. Mude. Faça isso pelos animais, por todos eles.

Para começar a se informar sobre a realidade dos animais em todo o mundo, sugerimos o filme no link abaixo. Veja e faça a conexão.



PS: sobre a foto das galinhas desta postagem, colocamos propositalmente uma do sistema “livre de gaiola”, para que todos vejam como é “essa tal liberdade” propalada pela indústria da exploração e morte.

PS2: E convocamos todos aqueles que já são veganos para aproveitarem todas as notícias que saírem a respeito de Yulin para comentar sobre essa indignação seletiva. Escrevam nas postagens que todos os outros animais também são sencientes e sofrem tanto quanto cães e gatos, e que não merecem passar por exploração e dor, mas sim a vida, liberdade e dignidade. 

Quem sabe conseguimos abrir algumas mentes? Ontem fizemos isso com o texto desta publicação (em inglês, para atingir mais pessoas em todo o mundo) nas postagens da The Animal Hope & Wellness Foundation, ONG que já salvou mais de mil animais desse horror neste ano.

A maioria dos comentários é de repúdio à violência contra cães e gatos. Mas e os outros animais? Precisamos dar voz a eles. 

Escrevam textos (de preferência em inglês), coloquem links de filmes, fotos etc. Copiamos abaixo nossa versão traduzida, caso queiram usar. Go vegan!

Página da The Animal Hope & Wellness Foundation: https://www.facebook.com/animalhopeandwellness/


The Yulin Dog Meat Festival is a horror for dogs and cats and must be banned. But we ask: and how about oxen and cows, chickens, pigs, sheeps, fishes etc., that are also tortured until death everyday – billions a year? 

We know that the majority that are commenting these posts, people horrified with what happens in Yulin, are daily conniving with the torture and murder of animals as innocent and sentient as dogs and cats, who feel love, joy, fear, and pain as all of us, human beings. People who are outraged with the images of cats and dogs in suffering, but, in a daily basis, eat the product of the suffering of many other animals; who attend zoos, circus with animals, aquariums, dolphins shows, rodeos, bullfights, selfies with tigers, elephants and camels rides, and many others types of animal exploitation.

Why this selective compassion and indignation? All these lives are equally precious. All the animals deserve to live with dignity and in freedom, without pain and suffering. Don’t eat them. Don’t attend “attractions” which use them, because they are all victims of animal cruelty. Don’t buy dogs and cats, because moms and puppies are also abused – instead of buying, adopt! Don’t buy wild animals, because they are not pets and come from animal trafficking, also suffering pain in horrible situations that lead most of them to death. If you REALLY love animals, you can do your part to help them with these attitude changes. 

The stop eating animals part may seems hard, but it’s not – and plus, is much healthier to your own body. Right here, on Facebook, there are many groups and pages with information, tips, and delicious recipes – on internet, there are many and many websites about the theme. Get informed. Don’t love only a few animals and turn your back to others. Change. Do it for the animals, all of them. 

You can start to know the reality of the animals worldwide by watching the movie on the link below. Watch it and make the connection.

Nenhum comentário:

Postar um comentário