Veganismo na infância: menina não quer mais comer carne

    Foto: YouTube / Reprodução


O vídeo de uma menina de cinco anos chorando porque não quer mais comer carne circulou em diversos sites em setembro deste ano de 2016. 

Não sabemos como está a menina hoje, se o que vemos no filme realmente representou sua iniciação ao vegetarianismo, respeitada pelos seus pais, ou se ela está comendo carne forçada por eles ou até mesmo por vontade própria. 

Seja como for, vale a pena ver o momento de questionamento dessa criança e os argumentos que ela usa - a despeito da linguagem infantil, são de uma lucidez que todos os seres humanos, de todas as idades, deveriam ter.

                                                               Legendas: Cultura Veg


Outro ponto a ressaltar aqui é a importância de os pais respeitarem a decisão de seus filhos quando eles mostram essa repulsa em se alimentar de animais. Muitos pais forçam seus filhos a comerem contra sua vontade ou disfarçam a comida e os enganam, o que não deixa de ser imposição da mesma forma, e até pior, por criá-los em meio a mentiras.

Se seu filho fizer um pedido como o da menina do vídeo, ouça-o. E tenha a mente aberta para começar a criá-lo dentro de outra realidade, de respeito aos animais e ao meio ambiente. Assim, você também estará respeitando essa bela posição de seu filho perante a vida e provavelmente até será influenciado por ele para repensar seus próprios valores - e alimentação.

Procure se informar sobre o assunto. O ideal é consultar um nutricionista especializado em dietas vegetarianas/veganas, mas, se não for possível, pesquise por conta própria na internet. Você pode começar por acompanhar nossa série semanal sobre veganismo na infância - clique no marcador no final desta postagem e leia as matérias anteriores - e também conhecer outras pessoas que já vivem dessa forma. Algumas sugestões:

Vegana É a sua Mãe: página do Facebook cuja autora relata o dia a dia da maternidade vegana;

Troll Ajuda é um grupo, também no Facebook, que disponibiliza um tópico fixo com uma lista de produtos (não só para alimentação) livres de crueldade animal e oferece sempre diversas dicas para iniciantes e "veteranos";

Veganismo é um dos maiores grupos sobre o tema no Facebook, com quase 50 mil membros sempre compartilhando experiências e tirando dúvidas;

Veganismo Popular é outro grupo facebookiano, que desmitifica a ideia de que veganismo é caro. É perfeitamente viável seguir uma alimentação diária sem crueldade animal e sem maltratar o bolso.

Recomendamos também sites de receitas veganas que irão te surpreender. Existem vários, mas esses achamos especiais:




- Viewganas (canal do YouTube especializado em versões veganas de receitas tradicionais com carne)

E se seu filho já não repudiar naturalmente a ideia de circos e locais semelhantes, é interessante que você leia as seguintes postagens e entenda como existem outros programas realmente divertidos e educacionais para seu filho, que não promovam a exploração de animais:

As "atrações" mais cruéis do mundo

Imagens perturbadoras revelam como os animais nos circos realmente se sentem

AquaRio: na contramão do mundo civilizado


Se seu filho já não quer comer carne, provavelmente ele terá a sensibilidade de perceber o que está por trás desses lugares e não terá vontade de frequentá-los. Mas, caso ele ainda não tenha se dado conta, você pode se adiantar e mostrar para ele, se integrando ainda mais nessa educação para um mundo melhor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário