Veganismo na infância: então seu filho quer ser vegano? Eis como você pode orientá-lo!



Existem várias maneiras de as crianças fazerem a conexão entre os animais que elas amam e a comida que elas comem. E existem várias reações que podem ter diante dessa constatação – uma delas é se tornarem vegetarianas.

Se você já é vegano, provavelmente não terá dificuldade em ajudar seu filho na transição para uma dieta idem. Mas se esse é um território novo para você, há diversas formas de apoiar a escolha dele. 

1. Eduque-se

Você não precisa se tornar vegetariano só porque seu filho fez essa escolha, mas é preciso entender o porquê da decisão para que você possa apoiá-lo. Existe por aí muita falta de informação sobre a dieta vegana, então para poupar você e seu filho de estresse desnecessário, é preciso separar fato de ficção. Após uma breve pesquisa na internet, provavelmente você vai querer se juntar a ele!

2. Descubra o vasto e maravilhoso mundo da comida vegana 

A alimentação vegetariana está em seu apogeu culinário! Se você escrever no Google o nome de qualquer ingrediente com a palavra ‘vegano’ ao final, encontrará um monte de receitas acessíveis para experimentar. E, acredite, qualquer receita pode ser veganizada. Sério, qualquer coisa. 

Então vá para a cozinha e aprenda a fazer deliciosos pratos vegetarianos junto com seu filho! Será não apenas uma excelente oportunidade de passar o tempo com ele, como também de aprender e ensinar lições sobre a vida, além de comer as maravilhosas refeições que vocês farão.

3. Ajude-o a estar preparado

Uma boa tática para adultos veganos em sua relação com não veganos é levar um prato vegano gostoso para um jantar entre amigos e não contar a ninguém que a carne não é animal até que eles estejam tecendo elogios e pedindo a receita. Quanto a seu filho, se ele anunciar sua dieta vegana para o mundo, ele provavelmente irá encontrar resistência, então uma abordagem mais discreta pode ser melhor. Mantenha-o abastecido de merendas e lanches e tenha um plano para festas de aniversários e do pijama. Converse previamente sobre opções veganas em seus restaurantes favoritos. E prepare-o para responder às questões que inevitavelmente surgem quando não veganos encontram um vegano.

4. Seja positivo e solidário

Seu filho encontrará pessoas que simplesmente não entendem, não se importam, são desinformadas ou até mesmo que se sentem ameaçadas por sua escolha. Encoraje-o a se sentir orgulhoso de sua posição: por ele mesmo, pelos animais e pelo meio ambiente. Mas atenção para a distinção entre sentir orgulho e forçar seu ponto de vista para os outros: o melhor é se impor pelo exemplo. Não irá demorar para que as outras pessoas se mostrem curiosas sobre sua pele boa, cabelo lustroso, energia, músculos fortes e “brilho vegano”.

Pode acontecer de seu filho ceder às tentações ou pressão dos amigos. Seja compreensivo e apenas ajude-o a voltar ao caminho vegano – do contrário, ele pode se sentir desencorajado. Apoie-o da maneira que puder, com conhecimento, amor e uma deliciosa comida vegana!




NOTAS DA NATUREZA EM FORMA:

1. Leia também:

Leites vegetais - faça você mesmo!

Substituição de ovos

2. Sobre cozinhar para seu filho (e com ele), damos algumas dicas. O canal do YouTube Viewganas apresenta versões veganas de receitas tradicionais com carne: lasanha à bolonhesa, carne moída, peixe frito, pizza de frango, entre muitas outras. E há vários outros sites de (deliciosas) receitas igualmente sem qualquer ingrediente animal. Indicamos mais três:

- Veganana

- Presunto Vegetariano

Cantinho Vegetariano

Já a Revista dos Vegetarianos é uma publicação mensal (impressa e on-line) com excelente conteúdo que vai bem além de receitas, focando a saúde como um todo.

Mapa Vegano lista diversos estabelecimentos em todo o Brasil, abrangendo produtos e serviços de alimentos e bebidas, higiene e beleza, roupas e acessórios, ONGs e outros.

Pintou alguma dúvida? Converse com quem já tem experiência. No Facebook, há diversos grupos.

- Vegana É a Mãe, escrito pela ativista vegana Nana Lacerda, mãe do MiniVegano, traz diversas dicas para as mães (veganas ou não) dessas novas mentes conscientes que estão chegando ao mundo;

Troll Ajuda disponibiliza um tópico fixo com uma lista de produtos (não só para alimentação) livres de crueldade animal e oferece sempre diversas dicas para iniciantes e "veteranos";

Veganismo é um dos maiores grupos sobre o tema no Facebook, com quase 50 mil membros sempre compartilhando experiências e tirando dúvidas; 

Veganismo Popular desmitifica a ideia de que veganismo é caro. É perfeitamente viável seguir uma alimentação diária sem crueldade animal e sem maltratar o bolso.

3. Quais as diferenças entre vegetarianos, vegetarianos estritos e veganos? Saiba aqui.

4. Acompanhe nossa série semanal sobre veganismo na infância. Clique no marcador abaixo e leia as matérias anteriores!

Nenhum comentário:

Postar um comentário