Meu filhote não para de chorar, o que eu faço?

Calma, que a choradeira tem solução. Fonte: Flickr.
Calma, que a choradeira tem solução. Fonte: Flickr.Comportamento pode aborrecer e preocupar nas primeiras noites em novo lar.
Saiba como evitar isso 
A experiência de ter um filhote em casa pode ser muito gratificante e positiva depois de algumas semanas, assim que ele se acostuma com o seu novo lar e família. Porém, as primeiras noites podem significar choro, preocupação e alguns aborrecimento caso o pet não pare de chorar. O ato tem finalidade clara: chamar a atenção dos donos em momentos de estresse, solidão, fome ou frio. Os tutores, por sua vez, sentem pena e querem de qualquer forma confortar o animal.

O que precisamos entender é que o novo tutor, ao levar o cãozinho para casa, o separa da mãe e dos irmãos, colocando-o em ambiente completamente diferente do que ele está acostumado. Por isso, na hora de dormir, o filhote tem a sensação de estar sozinho ou isolado, se sentindo inseguro e chorando para ser “resgatado”.

Se o comando dos tutores for o de sempre dar atenção e, depois deixar o filhote sozinho novamente, ele sempre irá chorar. Porém, de nada adianta ficar nervoso, dar broncas, levar o pet para dormir no quarto ou dormir junto com ele onde ele estiver. Isso porque ele sempre irá relacionar o choro com mostras de atenção e carinho. Mesmo levando bronca o pet se sentirá gratificado, aliviado e sem medo, além de aprender que quanto mais intensidade e frequência chorar, mais visitas e afeto terá.
O correto a se fazer é oferecer um cantinho aconchegante, com um pano com o cheiro da mãe e dos irmãos (você pode fazer isso quando for comprar ou adotar o cão). Uma bolsa de água quente na hora de dormir ou algo que o distraia, como um rádio ligado, pode ajudar. Depois disso, a regra é ignorar o choro. Dessa maneira, em alguma noites ele irá se acostumar com o novo espaço para dormir.
Isso não quer dizer que você precise renegá-lo por completo. O procedimento pode funcionar de maneira gradual. Alguns dias depois da chegada ao lar – quando o pet estiver familiarizado com novos cheiros e barulhos – se ele chorar, dê advertências e comandos de “não” rápidos e curtos para que ele não se sinta recompensado por latir ou pedir atenção. Normalmente, os primeiros 60 dias de vida com a mãe e irmãos fazem com que ele aprenda a se comunicar melhor com outros cães. Portanto, evite comprar ou adotar o animal antes desse período.

Nenhum comentário:

Postar um comentário