Reino Unido: go vegan!

Campanha no metrô de Londres e um enorme aumento nas vendas de produtos veganos no Reino Unido: confira essas duas notícias que mostram por que a terra da rainha Elizabeth II é considerada um dos países mais veganos no mundo.


Metrô de Londres se enche de animais
numa campanha pelo mês do veganismo

    Foto: Divulgação

Este é o mês do Veganuary, termo que junto as palavras 'vegan' e 'January' ('janeiro', em inglês) e que pretende incentivar as pessoas, durante o primeiro mês do ano, a não comer carne.

Para marcar a ocasião, que muitos provavelmente até desconhecem, a ONG PETA decidiu substituir todos os cartazes da estação de metrô em Clapham Common, no Reino Unido, com anúncios relembrando a situação.

Num local onde costumam estar uma série de diversos anúncios publicitários, agora é visto apenas um tema comum: mensagens contra o consumo de carne.

"I’m ME, Not MEAT" ("Eu sou EU, não CARNE", em um jogo de palavras em inglês) é a frase em destaque nos cartazes que têm como protagonistas vacas, porcos e galinhas e precede a mensagem "Enxergue o indivíduo. Torne-se vegano".

"Incrível o que está rolando no subterrâneo de Londres agora mesmo", 
vibra essa usuária do Twitter em seu perfil na rede social
(Foto: Twitter / Reprodução)




Vendas de produtos veganos aumentam 1500% no Reino Unido

      Foto: The London Economic / Reprodução

As vendas de alimentos veganos aumentaram 1500% no Reino Unido, em 2015, de acordo com novos números divulgados. Mais de meio milhão de pessoas declararam ser veganas, o que é um aumento de 260% nos últimos 10 anos. Um terço da população também está reduzindo seu consumo de carne.

Muitos indivíduos têm optado por produtos vegetais como alternativa aos laticínios. As vendas do leite de amêndoas da marca Alpro Unsweetened, por exemplo, tiveram acréscimo de 2343% desde 2015.

Os produtos vegetarianos alternativos à carne também aumentam em milhares de pontos percentuais, assim como o comércio de petiscos veganos.

No período que antecede o Natal, outros alimentos apresentaram aumento de vendas, como o Alpro Vanilla Soya Custard (1142%), Rakusen’s Non-Dairy Chocolate Digestives (1643%) e Booja-Booja Hunky Punky Chocolate Ice Cream (2756%).

"O apetite do consumidor por alimentos veganos no Reino Unido não está mostrando nenhum sinal de desaceleração. Ouvimos nossos clientes e expandimos muito nossa seleção vegana este ano, adicionando produtos novos a cada semana para se tornar uma de nossas categorias mais fortes", disse o gerente de compras da Chilled Prepared Foods, Jacques Thudichum, segundo o site The London Economic.



Leia também: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário