Homem leva cadela diagnosticada com câncer terminal para viagem de despedida



A viagem de despedida do norte-americano Robert Kugler e sua cadela Bella, diagnosticada com câncer terminal, está comovendo a internet. Kugler resolveu dar a sua companheira uma viagem épica, para aproveitar os últimos momentos ao seu lado.

Em maio de 2015, ele recebeu a notícia de que Bella, uma fêmea de labrador marrom, de nove anos, foi diagnosticada com câncer terminal nos ossos. Uma cirurgia de amputação de uma das patas daria mais seis meses de vida, segundo o veterinário. Kugler resolveu aproveitar esse tempo da melhor maneira possível.

Partindo de Nebraska, estado natal, a dupla percorre os Estados Unidos em uma viagem que já dura 14 meses – muito além do que previa o diagnóstico. Kugler publica as fotos da aventura no Instagram e em seu site.

"Quero inspirar as pessoas a partir e viver. A nos amar uns aos outros pelo que somos e fazer amigos", declarou o tutor de Bella à CNN.






Fonte: G1



NOTA DA NATUREZA EM FORMA:

A história de Robert Kugler é Bella e inspiradora. Sabemos que nem todos, porém, podem se dar a oportunidade de fazer algo semelhante, por questões financeiras, profissionais, pessoais etc. Mas o que todos os que têm um animal em sua família podem, e DEVEM, fazer é ficar com ele até o fim. Seja humano, cachorro, gato, coelho etc. etc., todos vamos ficar velhos e todos estamos sujeitos a ficar doentes. E nenhum de nós merece ser abandonado por isso, coisa que infelizmente acontece muito - com animais e também com humanos. 

Quando pensar em adotar um animal, tenha em mente que ele ficará velho e poderá ficar doente. E só adote se estiver disposto a ser responsável por sua vida até o final, cuidando de sua saúde e dando muito amor, do primeiro ao último dia.



Nenhum comentário:

Postar um comentário